.posts recentes

. Perda

. Impedimento da ambição

. Carta de Mary Quant à gen...

. Restelo

. Impacto

. Ser um Ser

. Cidade em pó

. Gente Descontente

. Maratona da Vida

. Peças da Vida

. Falta

. Ciclo Estagnado

. Ser

. Sera(o) que voltas?

. Sem Palavras

. Multiplicação em Fracção

. Público

. Amor Funesto

. Momento

. (In)Correspondencia do am...

. Reflexão Última

. Pretérito Presente

. Há algo de belo

. If I...

. Erro

. Obsession

. Reflexão última

. O avesso do meu coração

. A tristeza d'um sorriso

. Romance Pt2

. Romance

. Raining

. Dreamer

. Fall

. Não ajudes...empurra

. O poeta não é mais que um...

. Curta-Metragem

. Flaming Rose

. Meu calcanhar de Aquiles....

. A quem escreve poesia.

. Só sei que nada sei

. Felicidade

. Intenção é a minha tentaç...

. O tempo para o suamento d...

. Soneto da Saudade

. Umas são em português...o...

. Uma para nos classificar ...

. :)

. Adivinha esta para vermos...

. Querem que vos declamemos...

.arquivos

. Novembro 2015

. Setembro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Dezembro 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2011

. Fevereiro 2010

. Abril 2008

. Setembro 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

Segunda-feira, 2 de Outubro de 2006
A quem escreve poesia.

Tu, que bons poemas,
Sabes fazer...
Tu, que a ti próprio,
Meteste uns belos emblemas...
Porquê a todos os que escrevem
Também bons têm de o ser?

Tu, que fazes coisas fascinantes...
Tu, que os teus poemas tentas embelezar...
Podes também fazer coisas semelhantes,
Basta só saberes rimar!

Tu, que tanto nos alegras...
Tu, que nos fazes rir ou até chorar...
Parece que não enxergas ...
Já paraste para nisto pensar?

Tu, que só criticas a tua própria sociedade...
Tu, que só olhas pr'o teu umbigo e inchas o peito...
Tu, que não só criticas a riqueza como a puberdade ...
Já pensaste que também és um sujeito?

Tu, que só falas de coisas abstractas ...
Tu, que criticas e maltratas...
Tu, que falas de sonhos e sentimentos...
Já viveste algum desses momentos?

Eu sei que contudo isto,
Me estou a contradizer,
Pois também escrevo poemas.
Mas eu tenho sede de escrever...
A minha vida só tem dilemas...
Sei que sou um escritor mendigo...
Mas fui eu que tive a coragem de dizer,
O que todos já tinham visto!
Por isso só esta quadra mais te digo:

Tu, que com os teus poemas arrasas,
Tentas a todos maravilhar...
Mas se Deus não te deu asas,
Porquê achas que sabes voar?

publicado por Amor(com)Bateador às 12:40
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Novembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30
.tags

. todas as tags

.links
.participar

. participe neste blog

blogs SAPO
.subscrever feeds